Aluna do ProfEPT é aprovada em doutorado acadêmico

ProfEPT

Aluna do ProfEPT é aprovada em doutorado acadêmico

Paulo César
Escrito por Paulo César em 29/11/2019
Junte-se a mais pessoas que sonham com a aprovação

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade sobre o ProfEPT

EGRESSA DA PRIMEIRA TURMA DO PROFEPT DO IFCE É APROVADA NO DOUTORADO

A geógrafa Maria Elly Krishna dos Santos, egressa do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica (Mestrado ProfEPT) do Instituto Federal do Ceará (IFCE), campus de Fortaleza IFCE, foi aprovada na seleção de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação, do Centro de Educação (CED), da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Krishna foi a primeira aluna do Mestrado Profissional ProfEPT, ofertado em rede nacional, a ingressar em um programa de doutoramento acadêmico.

À esquerda,o prof. Solonildo, coordernador do ProfEPT no IFCE, ao lado de uma professora membro da banca. Krishna está ao centro , acompanhada de membros da banca examinadora.

Conforme o coordenador local do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica do IFCE (ProfEPT), Professor Doutor Solonildo Almeida da Silva, essa é “uma grande conquista de todos os 12 professores diretamente envolvidos no ProfEPT, que sem dúvida nenhuma contribuíram para o crescimento profissional da nossa ex-aluna Krishna Santos, que logrou sucesso em todas as etapas e fases de sua trajetória acadêmica”, destacou.

Segundo o docente, Professor Doutor Sandro César Silveira Jucá, co-orientador da Krishna Santos, em sua dissertação de mestrado e produto educacional fica a expectativa de que seja a primeira aprovação em doutorado de muitas outras.

Agora temos a certeza de que “desenvolvemos uma excelente formação de alto nível nos nossos mestrandos do ProfEPT” e que “temos a prova cabal de nossa excelência através de nossos egressos como é o caso da nossa mais nova pesquisadora Krishna que, em breve, vai obter o título de Doutora em Educação”, comemorou.

Para a futura doutora, resta o sentimento de surpresa e gratidão. “Emocionada, cabeça girando, ansiosa pelas aulas, tirei um mundo das costas, muita felicidade…”, pontuou.

Em seguida, destacou

“Quero agradecer ao ProfEPT por me dar a oportunidade de concluir o mestrado profissional: “isso me ajudou a acreditar em mim mesma e foi acreditando em mim mesma que tive a coragem de tentar o processo seletivo do doutorado”, e ainda, “O meu projeto é uma continuação da dissertação e isso evidencia a importância do nosso mestrado!”

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *